Violência contra as mulheres preocupa autoridades no Amazonas

Uma Venezuela foi estuprada por cinco homens na cidade de Tabatinga.

346
(Foto: Adneison Severiano/G1 AM)

Na semana que a professora Maria Lídia França de Lima de 34 anos, que teve 100% do corpo queimado, morreu no Pronto-Socorro 28 de Agosto, Zona Centro-Sul de Manaus. A Policia Militar em Tabatinga divulga também que uma Venezuela foi estuprada por cinco homens na cidade.

As ocorrências chamam a atenção das autoridades do estado que dizem estar preocupadas com a situação da violência contras as mulheres.

Para Gleissimar Castelo Branco, Presidente da ONG AMMARFLORSOL em Benjamin Constant, os homens acham que tem posse sobre a mulher e o machismo ainda prevalece de forma brutal.

A morte da professora Maria Lidia, foi registrada na quinta-feira (1º), às 22h20. O marido da professora é suspeito do crime, ocorrido em 27 de maio, no município de Tefe, a 523 km de Manaus.

O caso ocorreu dentro do prédio onde a vítima morava com o marido e um filho de 16 anos. Segundo informações de amigos, a professora e o marido tinham chegado no local, por volta das 6h30 do sábado, após participar de uma festa em comemoração ao Dia das Mães junto a outras professoras.

Em relação a mulher Venezuela, estuprada por cinco homens em Tabatinga- AM, segundo a Policia Militar somente um suspeito foi identificado e os outros quatros estão foragidos.

Por: Otambaqui.com.br