Texto-base da reforma da Previdência é aprovado na Câmara por 379 votos a 131

O plenário registrou um quórum de 510 deputados.

Foto: NST Total

O texto base da reforma da Previdência foi aprovado por 379  votos a 131. E nenhuma abstenção.

O plenário registrou um quórum de 510 deputados.

Os dois únicos parlamentares que não votaram, porque não compareceram à sessão, foram General Girão, do PSL, e o deputado Bacelar da Bahia, do partido Podemos.

O número de votos favoráveis ultrapassa a estimativa do governo, que era de 330.

Durante a sessão, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, chegou a chorar ao ser homenageado pela articulação política a favor da reforma, pelo deputado líder do PSL, delegado Waldir.

Antes de anunciar o resultado, Maia saiu da cadeira da presidência da mesa e discursou na tribuna.

Em sua fala, o presidente da Câmara, defendeu a PEC, falou sobre combater privilégios, defendeu a diminuição da contribuição mínima para mulheres, benefício que vai vir posteriormente em destaque.

Após a votação, os deputados começam a discutir os destaques, ou seja, as propostas de mudança no texto. Essas votações podem se alongar até o fim de semana, vai depender dos ânimos dos parlamentares em encerrar os debates.

Por: Kariane Costa