Tabatinga vai receber polo da Defensoria Publica do Estado do Amazonas

Polo do Alto Solimões será inaugurado em novembro, em Tabatinga, e irá atender população local e de municípios vizinhos.

65
FOTO: Divulgação

Cerca de 500 pessoas tiveram as vidas transformadas pela Defensoria Pública do Estado (DPE-AM), na região do Alto Solimões, durante ação itinerante realizada nesta semana, no município de Tabatinga, a 1.106 quilômetros de Manaus. Ao longo de três dias, moradores da área urbana de Tabatinga, Benjamim Constant e de comunidades que ficam até oito horas distantes da sede do município procuraram a Defensoria para obter atendimentos nas áreas do Direito de Família e da Mulher. Todos saíram da ação com os problemas resolvidos em sua totalidade ou com o devido encaminhamento para a solução definitiva, quando se travava de casos cuja competência é outro órgão.

A ação foi encerrada, e os 500 atendimentos realizados na Escola Municipal Jociêdes Andrade, na avenida da Amizade, que liga Brasil a Colômbia, se tornaram mais de mil atos, visto que a maioria das pessoas atendidas realizaram mais de uma ação, e os números refletiram a necessidade da presença da Defensoria para atender, de forma permanente, a população do município e cidades vizinhas.

Realidade que deve mudar em breve, segundo anunciou o defensor geral, Rafael Barbosa.“A instalação do Polo da Defensoria em Tabatinga é uma necessidade urgente. Estamos finalizando as tratativas para definir o imóvel que sediará o polo e, em novembro, vamos inaugurar essa unidade. Precisamos estar onde a população necessita, e, desta vez, a Defensoria nunca mais sairá de Tabatinga porque fez concurso público para servidores e técnicos e teremos cinco novos defensores que serão nomeados e irão morar no município para visitar e atender também a população das cidades e comunidades vizinhas”, afirmou.

Com a unidade do Alto Solimões, em Tabatinga, serão cinco polos implantados no interior do Estado, colocando os serviços da Defensoria Pública ao alcance de 76% da população do Amazonas, um total de 975.625 habitantes. Até 2020, serão sete novos polos, além dos quatro em operação que atendem as regiões do Baixo Amazonas, Médio Amazonas, Médio Solimões e do Madeira. O último polo inaugurado tem sede em Tefé, no Médio Solimões.A inauguração dos polos faz parte do processo de interiorização da Defensoria Pública, que desde 2017 vem investindo na presença permanente e de forma estruturada nos municípios do interior.

Por: Portal Otambaqui