Riberinhos relatam momentos de terrror em assalto no rio Solimões

A Marinha do Brasil enviou uma nota a Rádio Nacional dizendo que não é de responsabilidade da instituição coibir este tipo de crime.

1
Foto: Marcello Bhacana

Os moradores ribeirinhos Oseas e Margarita Peres, estiveram na Rádio Nacional do Alto Solimões e relataram ao programa “Alô Fronteira” como foi ter passado alguns momentos na mira da espingarda de “piratas do rio” próximo a Benjamin Constant.

Eles relataram que vários homens armados pararam a canoa em que eles estavam voltando para a comunidade, ameaçaram matar Oseas esposo de Margarita e depois fugiram levando todos os pertences da família. Os ribeirinhos pedem providências das autoridades.

A Marinha do Brasil enviou uma nota a Rádio Nacional dizendo que não é de responsabilidade da instituição coibir este tipo de crime. Já a Polícia Militar em Tabatinga, disse que sentou com os prefeitos da região, e que vai começar a fazer fiscalização nos rios caso haja mesmo apoio de combustível.

OUÇA O DEPOIMENTO DOS RIBEIRINHOS: