Quase 8mil alunos da rede estadual voltaram as aulas nesta terça-feira em Tabatinga (AM)

Foram 28 dias letivos de paralisação devido a greve dos profissionais da educação da rede estadual de ensino no Amazonas.

57
Foto: Internet

Depois de 28 dias letivos de paralisação devido a greve dos profissionais da educação do Estado do Amazonas, alunos e professores, voltaram as atividades nesta terça-feira (28) em Tabatinga, no Alto Solimões.

Segundo o Coordenador da SEDUC Em Tabatinga, Francisco Rodrigues Pereira, são exatamente 7.781 alunos matriculados nas escolas do estado no município. Francisco, disse ao Portal Otambaqui que ainda aguarda o calendário de reposição das aulas, que já foi elaborado em comum acordo entre SEDUC, SITEAM e ASPROM. O calendário está no Conselho Estadual de Educação para analise e possível aprovação. Em Tabatinga, são 05 escolas da rede estadual na zona urbana e 03 escolas em área indígena.

Na última quinta, a Assembleia Legislativa do Estado (ALE-AM) aprovou por unanimidade o Projeto de Lei (PL) n° 293/2019, que reajusta em 4,73% a remuneração de todos os servidores da educação no Amazonas, retroativo a 1º de março de 2019.

Além disso, aprovou a extensão do vale-transporte para servidores de 40h e 60h; aumento no auxílio-localidade de R$ 80 para trabalhadores da sede e R$ 120 para os da zona rural; reajuste no vale alimentação de R$ 450 para todos os servidores da Secretaria de Estado da Educação (Seduc); pagamento das progressões horizontais e verticais; desistência, por parte do governo, da ação judicial contra sindicato e trabalhadores; e a elaboração de um calendário único para reposição das aulas.

Por: Marcello Bhacana/Portal Otambaqui