Professores da rede estadual anunciam indicativo de greve no Amazonas

Nesta terça-feira (02), as atividades foram paralisadas em escolas de Tabatinga e Benjamin Constant (AM).

89

Os professores da rede estadual de ensino do Amazonas iniciaram, nesta terça-feira (2) uma paralisação nas atividades dentro das escolas. Até esta manhã, as aulas foram suspensas em algumas escolas na capital e no interior. Por reinvidicação de reajuste salarial de 15%, a classe realiza ato de protesto nesta tarde. A Secretaria de Educação ofereceu, até então, contraproposta de 3,89%.

De acordo com a diretora de juventude trabalhadora do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado do Amazonas (Sinteam), Beatriz Calheiro, até às 13h desta terça-feira (2), a tendência é que as atividades dentro das escolas cheguem à paralisação total das aulas.

“Ainda é muito cedo, mas há paralisação em todas as zonas de Manaus e paralisações no interior do Amazonas. Pela parte da manhã é realizado um dialógo com a comunidade para sensibilizar. À tarde vamos tentar conseguir alcançar 100% por conta do ato, que será o grande ‘pico’ e as escolas não funcionarão”, disse.

A previsão é de que às 13h a classe faça ato em frente à sede do Governo, com total efetivo de profissionais da área.

Por: G1 Amazonas