No AM: Mais de 850 kg de drogas foram apreendidos nos dois primeiros meses de 2019

Segundo a Policia Federal. o Estado está na rota do tráfico.

59
Foto: Policia Militar do AM

Nos dois primeiros meses de 2019, a Polícia Federal apreendeu 856 kg de entorpecentes no Amazonas. Segundo a corporação, o estado é a porta de entrada para o tráfico de drogas no Brasil. No ano passado, 5,7 toneladas de entorpecentes foram apreendidos, e 112 pessoas foram presas. Deste total, a corporação afirmou que 14 eram estrangeiros.

A maior parte das apreensões envolve maconha do tipo skank. Em janeiro deste ano, a PF apreendeu 827 kg de drogas em uma embarcação. Além das apreensões, a Polícia Federal informou que prendeu 27 pessoas suspeitas de envolvimento com o tráfico de drogas em 2019.

Segundo o Delegado de Repressão a Entorpecentes da Polícia Federal, Caio Eduardo Avanço, o Amazonas tem servido de entrada para as drogas no Brasil.

“A gente vê que os grupos vão se aprimorando e, consequentemente, a polícia também. A droga é produzida na Colômbia, e o Amazonas é o primeiro centro desse entorpecente. Quando ele chega em Manaus, é distribuído para todo o Brasil”, contou.

Tentativas de embarque

Segundo a Polícia Federal, o tráfico de drogas tem procurado cada vez mais novas formas de esconder os entorpecentes. Neste sábado, duas mulheres foram detidas com 25 kg de drogas ao tentarem embarcar no Aeroporto Internacional de Manaus. A dupla foi encaminhada à sede da PF em Manaus, onde confessaram os crimes e foram autuadas em flagrante por tráfico de drogas.

Outro caso registrado foi o de um alemão de 62 anos, preso há cerca de uma semana, quando tentava embarcar para Paris, na França, com cloridrato de cocaína escondido em pacotes de plástico fino no meio de pôsteres de revista.

Com o avanço das tentativas de burlar o sistema de segurança, o Delegado Regional de Investigação de Combate ao Crime Organizado, Max Ribeiro, contou que a Polícia Federal tem desenvolvido as equipes de investigação.

“O que nós podemos afirmar é que o trabalho da Polícia Federal investe na capacitação de policiais e no desenvolvimento de técnicas de investigação. Estamos sempre procurando novas tecnologias”, disse.

*com informações de Daniela Branches, da Rede Amazônica.