Maçons em Tabatinga reclamam dos constantes furtos na sede do grupo

Maçons reclamaram nas redes sociais da quantidade de vezes que a sede do grupo já foi assaltada em um pequeno espaço de tempo.

25
Foto: Internet

No último domingo, o Maçon Valmir Torres, publicou nas redes sociais, que a sede do grupo havia sido mais uma vez furtada. Segundo ele, é a terceira vez somente no mês de julho.

Walmir, disse na publicação: “ Autoridades em geral e habitantes desta maravilhosa cidade. Não é privilégio só de Tabatinga, mas ultimamente o número de assaltos, roubos e até assassinatos tem aumentado de forma assustadora. Só este mês as dependências da Maçonaria tiveram 3 arrombamentos. 1. Madrugada do dia 06, só conseguiram arrebentar uma janela, nada levaram. 2. Madrugada do dia 19. Arrebentaram janela de grade de ferro, arrancaram ferrolho interno e levaram o que puderam: travessas, panelas grandes, descartáveis, etc.. Nosso apelo: todo material em alumínio estava marcado: Maçonaria T34. 3. Na madrugada do dia 19 por volta das 03:45h, cheguei na hora e o ladrão pulou o muro e evadiu-se. O receptor tbm é cúmplice e responsável por estes pequenos furtos. Temos que combater. Divulguem esta msg, qm sabe, Chegaremos no ladrão e receptor.”

A Policia Civil ainda não divulgou nada sobre as investigações. No último sábado  (20), por volta das 22h00, por determinação do Comandante do 8° Batalhão da Polícia Militar em Tabatinga, TEN CEL QOPM NILO CORRÊA, foi desencadeado a OPERAÇÃO GÊNESES no município de Tabatinga-Am, uma operação conjunta entre  a Polícia Militar, Polícia Civil, Pelotão independente de Bombeiro Militar  e demais órgãos de fiscalização atuantes na cidade, tais como: Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social, Coordenadoria de Vigilância Sanitária, Coordenadoria Municipal de Tributos, Conselho Tutelar Municipal, Coordenadoria da Guarda Municipal e Coordenadoria de Trânsito.

Teve como objetivo aumentar a sensação de segurança dos munícipes, haja visto o aumento da criminalidade e apreensões de ilícitos, ocorridos na região da Tríplice Fronteira recentemente. A Operação teve como resultado final: 10 bares interditados, por crime contra relação de consumo, Art. 7°, Lei 8.137/90; 01 distribuidora de bebidas 24 horas interditado por venda ilegal de medicamento; 07 adolescentes apreendidos conduzindo motocicleta; 15 menores de idade consumindo bebida alcoólica; 04 pessoas detidas por direção perigosa; apreensão de 11 motocicletas, apreensão de 34 grades de cerveja vencidas. Todos os envolvidos foram conduzidos ao 4° DRPC para os procedimentos cabíveis, com suas integridades físicas preservadas. 

Por: Portal Otambaqui