23 C
Tabatinga, AM
Bem Vindo hoje é quinta-feira, 17 agosto de 2017

Benjamin Constant

magutaBenjamin Constant é um daqueles poucos lugares que você parece estar em várias cidades ou países ao mesmo tempo, isso porque faz fronteira com o Peru, e via fluvial com a Colômbia, além da rodovia 307 que liga ao município de Atalaia do Norte e suas diversas etnias indígenas, Benjamin encanta a todos pela sua cultura indígena e cabocla, é o segundo maior produtor de pescado do estado e possui a maior quantidade de espelho d’agua do Alto Solimões.

Em Benjamin Constant você pode viver plenamente o espírito das três fronteiras: Brasil, Colômbia e Peru, no pequeno e animado centro comercial, misturando culturas, arte e gastronomia.

Em poucos minutos você pode chegar de lancha em Islândia na costa peruana, onde a vida se desenrola sobre palafitas e as inundações sazonais determinam os ritmos da vida.

Museu Magüta foi o primeiro museu dos nativos do Brasil. Inaugurado em 1990, oferece uma visão sobre a cultura do povo Ticuna. Ainda ligado à sua terra e as quatro famílias nas quais ela se articula.

No vivaz mercado os vendedores das comunidades fluviais e os fazendeiros se encontram. Produtos agrícolas, frutas e aves disputam espaço ao pescado, sendo que na área a pesca é umas das principais atividades económicas.

Desde Benjamin Constant se sugere percorrer o caminho até Atalaia do Norte, único trecho de estrada que liga dois municípios na região. Sua manutenção não é exemplar, mas a passagem através as casas de madeira dos subúrbios, as fazendas ricas de vegetação e de cultivo e a possibilidade de conhecer as comunidades indígenas, equilibram o inconveniente. Recomendamos uma visita à Fazenda San José e à comunidade indígena da etnia Marubos no km 16 e 20.

bc_1A origem do município segundo pesquisadores e historiadores surge em 1750, já havia registro da existência, na foz do Rio Javari, da aldeia de Javari fundada pelos jesuítas. Em 1755 foi instalada na aldeia de Javari uma sede da capitania.

O nome foi dado por sugestão do general Cândido Mariano Rondon, quando chefiava a Comissão Mista de Letícia (1934 – 1938) em homenagem ao general Benjamin Constant Botelho de Magalhães, o incentivador do movimento de 15 de novembro de 1889, que proclamou a República.

PREFEITO
David Bemerguy

DADOS DA CIDADE

benjamin_constant_-_bandeira
Aniversário:
 29 de janeiro
Fundação: 29 de dezembro de 1898
Gentílico: benjaminense
Distância: até a capital 1,116KM
Área Territorial: 8.793,429 km2
Habitantes: 39.484 (IBGE 2013)
amazonas_municip_benjaminconstant-svg

Benjamin Constant,Brazil
céu claro
23 ° C
23 °
23 °
100%
1kmh
0%
sex
29 °
sáb
29 °
dom
35 °
seg
28 °
ter
27 °

Sua população é de 38. 533 habitantes, segundo dados do IBGE, mais na realidade devido a grande quantidade de Peruanos e Colombianos que moram e trabalham na cidade, esse número é bem maior. Por estar distante 1.118km em linha reta da capital Manaus, utiliza a fronteira com o Peru e a Colômbia através de Tabatinga como forma de desenvolvimento, transportando turistas que entram no Brasil até Manaus via barcos por três dias ou por via aérea cerca de duas horas de Tabatinga a Manaus.

O clima é Tropical chuvoso e úmido, com os seis primeiros meses mais chuvosos e os seis últimos meses do ano, mais quentes e secos. Limita-se com os municípios de Tabatinga, São Paulo de Olivença, Ipixuna, Eirunepé, JutaíAtalaia do Norte e com o Peru.

Uma das características de Benjamin Constant, é a mistura musical, ouve-se além de músicas indígenas, grupos do Peru e demais países latinos, Benjamin é conhecida na música através do grupo musical “Raízes Caboclas”, que é originário da cidade e ficou mundialmente conhecido após cantar a música cabocla com vestimentas e instrumentos tipicamente amazônicos, tendo como principal referencia o poeta e músico Celdo Braga, que atualmente está no grupo Imbaúba e tem trabalhos amazônicos pelo mundo inteiro.

Os principais Pontos Turísticos são as Comunidades indígenas, o Museu Magüta da história Ticuna, as fazendas de pesca, opasseio no Rio Javari, a Igreja N. Sra. Imaculada Conceição, a casa de artesanatos indígenas, o Hotel e Restaurante Cabana’s.
Na frente do Hotel Cabana se encontra um balneário com piscina de água nascente.

Benjamin Constant destaca-se como um dos principais polos pesqueiros do estado, com vários lagos e a criação de peixes. Existem também culturas de ciclo temporário onde se destaca a mandioca, com registros para abacaxi, arroz, cana-de-açúcar, feijão, milho, tomate, banana, cacau e coco, além do manejo florestal, manejo de lagos, algumas serrarias, olarias e movelarias.

Principais eventos:

  • Aniversário do Município no dia 29 de janeiro: com atividades esportivas e shows culturais.
  • Carnaval de Rua, no mês de fevereiro com blocos e shows que duram até o amanhecer.
  • Festas Juninas Escolares (junho)
  • Festa de Santo Antônio (junho)
  • Festa de Espírito Santo (fim de maio ou princípio de junho)
  • Festival Folclórico dos Bois Bumbás Corajoso e Mangangá em agosto
  • Festejos da Padroeira N. Sra. Imaculada Conceição em dezembro.

Altitude: 65 m acima do nível do mar.
Área Territorial: 8.926 km²
Temperatura Média: 25º C
Acesso: Via Fluvial dos demais municipios.
Distância:
Em linha reta entre Benjamim Constant e a Capital do Estado, 1.116 Km.
Por via fluvial entre Benjamim Constant e a Capital do Estado, 1.628 Km.
Serviços bancários:
agência do Bradesco e Banco do Brasil
Saúde:
uma unidade hospitalar equipada para prestar atendimento ambulatorial.
Segurança:
delegacia da Polícia Militar, Polícia Civil e o Reforço da Força Nacional.
Para chegar em Benjamin Constantbc_2

De Manaus:
Navios/barcos com saídas todas as quartas e sábado de Manaus, subindo o rio Solimões e parada nos nove municípios. Ao redor de seis dias de viagens na ida e quatro dias de viajem na volta.
Navio/ barco rápido, com saída nas quintas feiras de Manaus, subindo o Rio Solimões. Em torno de 36 horas de viajem.
De avião até Tabatinga (um voo diário através da empresa Azul Linhas Aéreas) e com transporte coletivo desde Tabatinga até Benjamin Constant. Duração do voo ao redor das duas horas.

De Tabatinga:
Com transporte coletivo saindo do porto fluvial. As lanchas rápidas com 12 assento saem quando completamente lotadas. Duração da travessia ao redor de trinta minutos. Primeira travessia ao redor das 06:30, última travessia ao redor das 17:30.

Dos outros municípios:
Navio/barco e navio/barco rápido em transito de Manaus.

Hotéis:
O município dispões de 07 bons hotéis com wifi, telefonia, restaurante, café da manhã e quartos confortáveis, além de 06 pousadas mais econômicas.