Indígenas de Umariaçú I em Tabatinga reclamam da falta de água potável

74

Segundo informações das lideranças indígenas da aldeia, a comunidade está sem água potável há mais de 5 meses.

A comunidade Indígena Ticuna de Umariaçú I está semágua potável há mais de 5 meses, segundo informações das lideranças indígenas da aldeia.

O coordenador da SESAI (Secretaria Especial de Saúde Indígena em Tabatinga), Welson Gossel Pereira, informou que já fez a licitação para comprar uma nova bomba de água.

Alguns moradores como Otonei Pinto informou que durante esses meses, sua família tem conseguido água tratada em uma igreja próximo a sua residência.

Enquanto o novo equipamento não chega até a comunidade, as famílias podem adquirir água tratada nas escolas da aldeia.

Atualmente mais de dois mil indígenas dependem desse serviço, os dados são do polo base de saúde do povoado.

Fonte: EBC / Alto Solimões