Exercito faz apreensão de material de caça e pesca ilegal em Atalaia do Norte (AM)

No local, foram apreendidos, 17 (dezessete) armas caseiras, 1 (uma) espingarda calibre 16, 1 (um) rifle calibre 22, 2 (duas) armas caseiras para pesca e outros materiais.

238
Foto: Comunicação Social do CFSol/8º BIS

O Comando de Fronteira Solimões/8º Batalhão de Infantaria de Selva, Batalhão Forte São Francisco Xavier de Tabatinga (AM) em constantes operações em prol da defesa e proteção da Amazônia Brasileira, realizou a apreensão de diversos materiais ilegais utilizados na caça e pesca predatórias.

Após atender a uma denúncia de um local de guarda e venda de material proibido de caça e pesca na região do Caroço às margens do Rio Curuçá, militares do 4º Pelotão Especial de Fronteira (Estirão do Equador), realizaram um Reconhecimento de Fronteira (REFRON) na área da denúncia, após a revista do local, foi confirmado o informe do delito.

No local, foram apreendidos, 17 (dezessete) armas caseiras, 1 (uma) espingarda calibre 16, 1 (um) rifle calibre 22, 2 (duas) armas caseiras para pesca, 11 (onze) caixas de espinhel para tartarugas, 4 (quatro) puçás de alevinos, 3 (três) arpoeiras de Pirarucu, 1 (um) motor serra, 5 (cinco) malhadeiras de Pirarucu, 260 kg de sal, 5 (cinco) sacos de malhadeira para tracajá e 2 (duas) tartarugas.

Por fim, foi realizado o termo de Apreensão pela Policia Federal e foram tomados todos os procedimentos cabíveis. A ação ocorreu na segunda-feira (18 do mês de Março) mas só foi divulgado na segunda-feira (01). É o Exército Brasileiro na Região do Alto Solimões combatendo, diuturnamente, os produtos ilícitos na Faixa de Fronteira.

Com informações da Seção de Comunicação Social do CFSol/8º BIS