Empresa Azul fala sobre cancelamento de voo na última terça-feira

Mais de cem passageiros de Tabatinga tiveram voo cancelado na terça-feira, e alguns passageiros passaram a noite no aeroporto Internacional de Tabatinga-AM.

40
Foto: Nailson Martins

Muitos passageiros do voo 2801 da Azul Linhas Aéreas de Tabatinga para Manaus reclamaram do cancelamento do voo na última terça-feira e principalmente segundo eles, da falta de assistência.

Em relatos nas redes sociais, alguns tiveram que ficar das 15h até a madrugada no aeroporto esperando a empresa disponibilizar um hotel.

O voo chegou somente na quarta-feira as 10 horas da manhã.

Em nota, a Azul disse: “O  voo 2801, Tabatinga-Manaus, foi cancelado já que um dos membros da tripulação que faria a operação recebeu dispensa médica. Os Clientes foram reacomodados em um novo voo na quarta-feira. Os Clientes receberam toda a assistência, de acordo com a resolução 400 da Anac. A Azul lamenta o transtorno ocorrido aos seus Clientes e ressalta que medidas como essa são necessárias para conferir a segurança de suas operações.

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), que regula o setor, acrescenta que, seja qual for a companhia com problemas nos voos, deve seguir a resolução número 141, que trata de atrasos e cancelamentos e prevê as obrigações das aéreas nos seguintes casos: a partir de uma hora de atraso, facilidade de comunicação (como ligação telefônica gratuita ou acesso a internet); após duas horas, devem providenciar alimentação; caso o atraso do voo ultrapasse a quatro horas, a companhia tem de providenciar acomodação em local adequado, traslado e, quando necessário, serviço de hospedagem; e, em caso de overbooking, passageiros que se voluntariem a embarcar em outro voo mediante a compensações, devem ter assegurados também assistência material, assim como para os demais passageiros, de acordo com a Resolução n° 141/2010.

Por: Otambaqui.com.br