Em menos 90 dias, Estado não tem mais crédito para pedir empréstimos

Conforme o Portal da Transparência, quase R$ 400 milhões foram pagos para as empresas e cooperativas de saúde.

37
Foto: Rickardo Marques/G1

Com quase 90 dias de governo, Wilson Lima já ultrapassou todos os limites e não tem mais crédito para pedir empréstimos, nem mesmo para quitar as dívidas. As baixas estão, principalmente, no setor da saúde.

Prova disso, é que o deputado estadual Wilker Barreto ingressou com representação no Ministério Público do Estado (MPE) para denunciar as questões como negligência, por exemplo.

Conforme o Portal da Transparência, quase R$ 400 milhões foram pagos para as empresas e cooperativas de saúde. Por outro lado, os estoques de remédios estão quase no fim e os salários dos servidores continuam atrasados.

E já é possível avistar problemas também na Educação, pois março é o mês da data-base dos professores. A categoria, com certeza e razão, pedirá seus reajustes.