Desafios e Conquistas das Mulheres do Alto Solimões

No Dia Internacional da Mulher , neste dia 8 de março, mulheres reelebram suas lutas e conquistas.

43
Foto: ISCOS

Desde meados da década de 1960, convencionou-se comemorar o Dia Internacional da Mulher em 8 de março. Essa data é tida como símbolo de uma série de reivindicações e conquistas de direitos, sobretudo no âmbito trabalhista.

Conquistar mais igualdade, autonomia e justiça,  são alguns dos desafios que as mulheres do Alto Solimões estão lutando para alcançar.

A ex-delegada da Polícia Federal de Tabatinga, Geane Silvestrelly, fala que as mulheres ainda são poucas nos cargos de direção e que precisam superar os seus próprios medos para gerenciar maiores posições de trabalho na sociedade.

Gleissimar Castelo Branco, Coordenadora da ONG “AMMARFLORSOL”, que luta pelos direitos das mulheres do Alto Solimões, ressalta que a autonomia é o maior desafio das mulheres da região.

A Professora da Universidade Federal do Amazonas, Ana Lúcia, acredita que a organização da classe feminina é uma das soluções para o reconhecimento e a igualdade.

Apesar dos muitos desafios que ainda existem, no Alto Solimões algumas conquistas já aconteceram, como a criação dos conselhos municipais das mulheres, associação de mulheres costureiras e artesãs, coordenadorias de atenção a mulher e cursos e palestras voltadas para a classe feminina.

Por: Portal Otambaqui