Deputados aprovam reajuste salarial de 4,73% para professores no AM

Categoria, que segue em greve, deve votar se aceita ou não a proposta.

26
Foto: Otto Farias- Rádio nacional

Os deputados estaduais aprovaram a matéria do Governo do Estado, que propõe 4,7% de reajuste aos professores, por unanimidade, após votação na Assembleia Legislativa do Amazonas, nesta quinta-feira (23). A categoria, que segue em greve, deve votar se aceita ou não a proposta, durante assembleias.

Enquanto a votação acontecia no Plenário, um grupo de professores protestavam contra a situação. A categoria, que pedia 15% de reajuste, agora disse estar disposta a aceitar uma proposta menor, para que a greve chegue ao fim.

Segundo a categoria, os professores aceitariam uma proposta de 10,36%, que pode ser de forma escalonada. Além disso, também deve ser formada uma comissão especial que deve acompanhar as negociações com os deputados.

Após a aprovação dos deputados da proposta de reajuste em 4,7%, os professores devem se reunir em assembleia pra decidirem se aceitam ou não, para dar fim ou continuidade à greve.

A assembleia da Sindicato dos Professores e Pedagogos de Manaus (Asprom), deve acontecer na sexta-feira (24). Já o Sindicatos dos Trabalhadores em Educação do Amazonas (Sinteam), só no fim de semana.

Por meio de nota, o Governo do Amazonas informou que o governador Wilson Lima também já assinou o Decreto n⁰ 40.693 que garante progressões conforme o Plano de Cargos, Carreiras e Remunerações (PCCR) da categoria. O PL aprovado inclui duas emendas que foram discutidas entre o Governo e Aleam, ontem, uma que garante progressões de carreira no prazo de 60 dias e outra que muda a origem da despesa com auxilio localidade.

Leia mais: https://g1.globo.com/am/amazonas/noticia/2019/05/23/deputados-aprovam-reajuste-salarial-de-473percent-para-professores-no-am.ghtml