Dependentes químicos das ruas de B. Constant- AM, vão receber ajuda

A Secretaria Municipal de Assistência Social anunciou parceria com Centro de Reabilitação em dependência química em Manaus.

143

Dezenas de crianças e jovens estão nos becos e ruas da cidade de Benjamin Constant, no Alto Solimões, sobrevivendo como “zumbis”, vitimas das drogas e violência. O problema afeta centenas de famílias que diariamente perdem seus filhos para os entorpecentes vendidos em bocas de fumo conhecidas pela população e autoridades da segurança pública.

Na última sexta-feira (10), a  Secretária municipal de Assistência Social, Jhonat Melly, reuniu em Manaus com representantes do Centro de Reabilitação em Dependência Química “Ismael Abdel Aziz”, localizado no quilômetro 53 da rodovia AM-10, para buscar parceria com o instituto a fim de oferecer tratamento a jovens com dependência química do município de Benjamin Constant.

A Secretaria de Assistência Social ainda não divulgou dados oficiais da quantidade de crianças e jovens que são dependentes químicos nas ruas do município mais em nota ressaltou que através dessa parceria vai ser nesse primeiro momento enviados 05 jovens para tratamento em Manaus e o acompanhamento de outros que continuarão no município.

Para alguns especialistas o problema é muito mais que uma simples questão social, a dependência química até 2013 em todo Brasil afetava cerca de 28 milhões de pessoas, para a ONU a falta de politicas públicas eficazes na educação, esporte e cultura colaboram para que mais crianças e jovens ingressem no mundo das drogas, além da falta de estrutura familiar.

A grande preocupação de médicos e especialistas é que cada vez mais cedo crianças e adolescentes entram em contato com bebidas alcoólicas que segundo pesquisas, abrem as portas para as demais drogas ilícitas.

Por: Marcello Bhacana- Portal Otambaqui e Rádio Nacional 96,1FM