Conferência da Saúde Indígena em Tabatinga (AM) discute melhorias para o setor

No evento, estão sendo debatidos eixos como articulação dos sistemas tradicionais indígenas de saúde, modelo de atenção e organização dos serviços de saúde, recursos humanos e gestão de pessoal em contexto intercultural...

21
Foto: Marcelo Pinto

Teve inicio na terça-feira (04), a etapa distrital da 6º Conferência Nacional de Saúde Indígena com o tema “Política Nacional de Atenção à Saúde dos Povos Indígena: Atenção Diferenciada, Vida e Saúde nas Comunidades Indígenas.

No evento, estão sendo debatidos eixos como articulação dos sistemas tradicionais indígenas de saúde, modelo de atenção e organização dos serviços de saúde, recursos humanos e gestão de pessoal em contexto intercultural, infraestrutura e Saneamento, financiamento, determinantes Sociais de Saúde e Controle Social e Gestão Participativa.

Ao todo são 372 delegados dos seguimentos usuários (50%), trabalhadores (25%) e gestores (25%). Todos eleitos nas 12 etapas locais da conferência que ocorreu em outubro deste ano.

A abertura aconteceu por volta das 8 horas da manha no auditório Amazônia Regia, a tarde no CETAM, teve inicio a discussão em 07 grupos sobre as 105 propostas que foram trazidas das etapas locais.

Nesta quinta-feira dia (05) pela manhã e tarde discussão nos grupos e no próximo dia  (06) pela manhã deve acontecer a plenária final no auditório e pela tarde encerramento com eleição dos 136 delegados que vão participar da etapa nacional em maio em Brasília.

Por: Marcello Bhacana- Agência Fronteira News