Caminhada contra o feminicídio e abuso sexual acontece em Tabatinga (AM)

A manifestação organizada pelas “Pérolas de Tabatinga”, também tinha por objetivo a ação de conscientização sobre a Lei Maria da Penha e canais de denúncia.

15
Foto: portal tabatinga

Aconteceu na tarde de sábado (26), uma manifestação pacifica em prol da paz em nossas famílias e em nossas cidades. Contra o feminicídio, abuso sexual contra crianças e adolescentes, contra homofobia e qualquer tipo de violência.

A manifestação organizada pelas “Pérolas de Tabatinga”, também tinha por objetivo a ação de conscientização sobre a Lei Maria da Penha e canais de denúncia.

A iniciativa começou por volta das 16:30h e reuniu cerca de 100 pessoas.

Carregando faixas e cartazes contra a violência, as pessoas procuraram chamar a atenção das autoridades e de moradores, principalmente as mulheres, para o fato de que elas não devem aceitar o problema, que precisa ser denunciado, e têm que buscar informações sobre os serviços a que podem recorrer quando sofrerem agressões.

O objetivo foi divulgar essa causa que é significativa no mundo todo, não só para tentar coibir essa violência, mas conscientizar e encorajar as mulheres a denunciarem e se desvincular deste tipo de relacionamento.

A caminhada percorreu toda Avenida da Amizade, rua Marechal Mallet, Pedro Teixeira, finalizando na Santos Dumont.

O caso da jovem Helena Azevedo, de 18 anos, que morreu em decorrência de perfurações de arma branca no abdômen, no dia 10 de janeiro, teve grande influência sobre esta ação e serviu de impulso para esta caminhada, uma vez que seu feminicídio ainda está sendo investigado pela Policia Civil do Município.

Estas ações buscam a conscientização de ambas as partes e iniciativa como esta, mesmo que pequenas, trazem grande resultado no futuro.

Por: Portal Tabatinga