Benjamin Constant (AM) decreta situação de emergência devido a cheia

De acordo com a Defesa Civil, 56 comunidades rurais estão sendo afetadas pela enchente do rio Solimões.

139
Divulgação/Defesa Civil

O município de Benjamin Constant, no alto solimões, decretou no último dia 10 de abril, estado de Emergência por causa da enchente que afeta 1.029 famílias da cidade.

De acordo com o coordenador municipal da Defesa Civil, Waldercley de Freitas, 56 comunidades rurais estão sendo diretamente atingidas pela enchente. “A estimativa é que nós vamos atingir mais 12 mil pessoas com essa enchete”, afirma o coordenador.

Waldercley, informou ainda que o nível do Rio Solimões está em 12, 50m e sofre influência direta das constantes chuvas nas cabeceiras dos Rios Javari e Solimões no Peru. O coordenador também afirmou que há previsão de chuvas até dia 31 de maio.

A Defesa Civil de Benjamin Constant já construiu várias pontes de madeiras na cidade para facilitar o acesso, além da doação de madeiras para levantar os assoalhos das casas atingidas pelas águas. A Defesa Civil do Amazonas ainda não enviou nota oficial sobre a cheia no município e na região do Alto Solimões.

O município de Tabatinga, também já decretou situação de emergência, mais de 15 mil pessoas estão sendo afetadas pela cheia.

Por: Marcello Bhacana/Portal Otambaqui