Atalaia do Norte realiza campanha de combate a sífilis

Ações incluem a realização de exames nos domicílios e diagnóstico da variedade congênita em gestantes.

25
Foto: Divulgação

A Secretária de Saúde de Atalaia do Norte, Jucélia Graça, conversou com o Otambaqui sobre a campanha de combate a sífilis desenvolvida pelo municipio. Ela conta que o dia 25 de outubro vai ser o dia D de combate à doença na cidade. 

A sífilis é uma doença curável e existe tratamento caso o diagnóstico seja precoce. Dentre as atividades desenvolvidas no âmbito da campanha estão a realização de exames no domicílio das pessoas. Também faz parte o exame de grávidas, com o objetivo de detectar casos da variedade congênita da doença, que passa de mãe para filho.

Durante o pré-natal, explica Jucélia, a gestante pode fazer o exame duas vezes. “Com isso a gente pode identificar a doença e evitar que a criança nasça com alguma anomalia.”

Em 2017, foram notificados no Brasil 119.800 casos de sífilis adquirida, 49.013 casos em gestantes, 24.666 ocorrências de sífilis congênita. No Amazonas esse número é de 1.696 casos da doença adquirida, 1.573 em gestantes e 802 casos congênitos, no mesmo período, segundo dados do Boletim Epidemiológico de Sífilis 2018, da Secretaria Nacional de Vigilância em Saúde.

A doença atinge, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), mais de 12 milhões de pessoas no mundo, o que é um desafio para especialistas.

Por: Portal Otambaqui