Amigos do cantor “Júnior”, falam da sua infância em B. Constant- AM

O corpo do cantor chegou no domingo (30) em Manaus onde está sendo velado na quadra da escola de samba Aparecida

923
Imagem: Facebook/Reprodução

O cantor Melvino de Jesus Júnior, da banda Júnior e Banda, foi morto a tiros no município de Codajás, a 240 km de Manaus, na noite de sábado (29). De acordo com testemunhas, ele chegava a um hotel quando foi abordado por um homem armado, que atirou e fugiu sem ser identificado. O cantor morreu no local. Outras três pessoas foram baleadas.

Júnior, passou a infância no município de Benjamin Constant- AM, e segundo sua amiga Juceline Siqueira, sempre gostou de tocar violão e reunir os amigos para cantar. Juceline, disse ainda que o pai do cantor que era médico, queria que o filho seguisse a profissão porém a música falou mais alto.

Em nota a Polícia Militar de Codajás disse que já trabalha com as imagens das câmeras próximas do hotel onde o cantor foi assassinado e já tem imagens do suspeito.

O corpo do cantor chegou no domingo (30) em Manaus onde está sendo velado na quadra da escola de samba Aparecida, onde o artista era colaborador e passava boa parte do tempo.

Por: otambaqui.com.br