Comitê Estadual de Resposta Rápida para Coronavírus faz reunião em Tabatinga

Vigilância em Tabatinga, por ser fronteira, deve ser reforçada.

fronteira em Tabatinga Camila Bonfim-ColaboradoraEBC//CC

Representantes do Comitê Interinstitucional de Gestão de Emergência em Saúde Pública para Resposta Rápida aos Vírus Respiratórios, com ênfase no novo coronavírus (2019-nCoV), desembarcaram no domingo (2), em Tabatinga, distante 1.110 quilômetros da capital amazonense.

A ida do grupo fez parte do planejamento estratégico de alinhamento de ações de prevenção e controle de forma integrada entre a vigilância e assistência à saúde.

O grupo é composto por técnico da vigilância sanitária, epidemiologia e laboratorial da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) e dois infectologistas da Fundação de Medicina Tropical Dr. Heitor Vieira Dourado. A equipe permaneceu no município até terça-feira (4).

A diretora-presidente da FVS-AM, Rosemary Costa Pinto, informa que todas as secretarias municipais em saúde receberam notas técnicas orientativas para o enfrentamento do novo coronavírus, mas a vigilância em Tabatinga, por ser fronteira, deve ser reforçada.

“O Alto Solimões é uma região de intenso fluxo de pessoas na fronteira, e isso precisa ser monitorado com estratégias mais específicas. A programação inclui atualizações com a equipe local do hospital e laboratório. O grupo técnico também participa com representantes da área da saúde de Peru, Colômbia e Venezuela”, revelou.

Por: Portal Otambaqui