17 crianças foram vitimas de violência sexual em Tabatinga em 2016

Para o Conselheiro Tutelar Antônio Pevas, os números podem ser maior já que muitas famílias ainda tem medo de denunciar.

161
Foto: novoextra.com.br

Uma rede de proteção, formada por instituições de segurança, mais o Conselho Tutelar, Sociedade Civil organizada, instituições Religiosas, escolares e de Saúde, montada em Tabatinga, Amazonas, tem ajudado a diminuir os registros de violência sexual de crianças e adolescentes na cidade.

De acordo com dados do Conselho Tutelar, em 2014, por exemplo, foi registrado 40 casos de violência sexual envolvendo os menores, em 2015, foram 15 abusos e em 2016, 17 crianças sofreram violência sexual .

Para a conselheira tutelar Jonéia Assis, esses dados só foram alcançados devido a rede de proteção montada, na cidade.

Esse ano, de janeiro até início de fevereiro, o conselho já registrou 3 casos.

O presidente do Conselho Tutelar, em Tabatinga, Antônio Pevas, afirma que esses dados não reflete a realidade da violência sexual de crianças e adolescentes no município, segundo ele essas estatísticas são apenas as notificações que chegam até a instituição.

Para denunciar casos de violência sexual de crianças e adolescentes ao conselho tutelar em Tabatinga, ligue para o telefone 97991514956, ou no Disk 100 de qualquer telefone no território nacional. Denúncias de violação de direitos de crianças ou adolescentes, especialmente em casos de abuso ou exploração sexual. A denúncia é anônima e o serviço gratuito. Um outro telefone que também pode ser usado para denúncia é o da Polícia Militar 190.

Por: Kátia Franco/Rádio Nacional 96,1FM